Visita à Ilha Martín García

Uma das atividades mais entretidas que se podem realizar quando se viaja a Colonia é fazer uma visita à Ilha Martín García, a qual a pesar de ser território argentino se encontra muito mais perto de terras uruguaias, apenas a 3,5 km da capital coloniense.

Esta maravilhosa ilha tem estreita relação com a história de Colonia del Sacramento, e foi descoberta em 1516 por Juan Díaz de Solís, quem quando procurava um passo inter oceânico entrou nas águas do Río de la Plata. O próprio Solís foi quem batizou esta ilha com esse nome, que pertencia a um de seus mais queridos tripulantes que faleceu a bordo de seu barco.

Como mencionamos a ilha se encontra muito perto do território uruguaio sobre a desembocadura do Río Uruguay, e foi de grande importância para a história da cidade mais antiga deste país. No lugar funcionou uma antiga prisão que abrangia presos políticos, ao tempo que conta com um velho faro, um pequeno museu e uma famosa padaria, que formam parte dos atrativos mais importantes que tem a ilha.

 

Na época colonial chegar a mesma era questão de dias, e foi usada para abranger aos presos mais perigosos tanto de Montevidéu quanto de Buenos Aires. O lugar era ideal para isso, já que ninguém podia fugir da ilha devido a fúria do Río de la Plata nesse setor e a força com a que desemboca o Río Uruguay, que faziam impossível sair nadando.

Os presos foram forçados a trabalhar nas canteiras de granito, onde hoje se encontra uma lagoa cheia de plantas aquáticas que forma parte da reserva natural da ilha. Os reclusos colocavam a produção de pedras em carros grandes, os quais por meio de um sistema de ríeis chegavam até o cais da ilha, onde se carregavam todas as pedras nos barcos que se dirigiriam a Montevidéu. As mesmas foram usadas para criar ruas que até hoje em dia se mantém iguais na Ciudad Vieja da capital uruguaia.

Outro dos atrativos da visita à prisão é o pequeno museu, que guarda uma coleção de elementos históricos que permitem fazer um percorrido pelos acontecimentos que tiveram lugar tanto dentro da ilha quanto nos arredores, como as diversas batalhas que ocorreram ao longo da história.

 

O lugar também conta com um velho cinema teatro, que soube ser usado como centro de entretenimento pelos militares que concorriam em seus tempos livres, em um momento em que a ilha soube ter uma população importante.

Estes entre outros atrativos fazem que a Ilha Martín García seja visitada por centos de turistas uruguaios todos os fins de semana, que se aproximam das diferentes localidades do departamento de Colonia, para conhecer um pouco mais de perto o que em um momento foi um território muito importante para a história do Uruguai.